Capa: Michelle Sales (2011) Em Busca de um Novo Cinema Português. Communication  +  Philosophy  +  Humanities. .
Em Busca de um Novo Cinema Português

by Michelle Sales

Collection: Ars
Year of edition: 2011
ISBN: 978-989-654-064-7
Price of the print edition: € 15   Order


Download PDF - 1242 KB


Synopsis

Em busca de um novo cinema português discorre acerca da gênese do referido movimento que se tornou conhecido por tratar-se de uma transformação ampla no modo de ver e fazer cinema em Portugal. Como se mostrou evidente, inúmeros debates acerca da função social da arte nasceram das discussões em torno do impasse estabelecido entre uma arte de viés modernista e outra, de feições neo-realistas. A dupla vinculação do cinema com a literatura, em Portugal, faz-se não apenas através de inúmeras adaptações literárias ao longo de todo o século XX, como também a partir da atuação de escritores e poetas no interior do campo cinematográfico. Argumentando através da atuação exatamente de alguns desses escritores, o objetivo central e estruturante deste trabalho é re-discutir e apresentar a “tetralogia do cinema neo-realista português” e re-pensar a gênese do novo cinema. O novo cinema, como se afirma aqui, nasce da efervescência da vida cultural portuguesa ao longo dos anos 1950, contrariando o ponto de vista consensual, que percebe a mencionada década como os anos negros do cinema português. A experiência do cineclubismo, a enorme difusão e veiculação das revistas especializadas, bem como a atuação de Manuel Guimarães, Alves Redol e Leão Penedo são o ponto de partida para o debate em torno das feições de um novo cinema que se dá, sobretudo, ao longo dos anos 1950 e dos anos 1960. Para tanto, o trabalho reveste-se de uma componente histórica que é imprescindível, apesar do interesse maior estar contido na interpretação e, sobretudo, na avaliação destes dados.



Index

1 Embarcações históricas ... 11

1.1 Ser moderno,ser português ... 11

1.2 O modernismo português e o cinema ... 17

1.3 A Política do Espírito e o cinema ... 24

2 Embarcações teóricas ... 35

2.1 O primeiro cinema e a linguagem clássica ... 37

2.2 O cinema como expressão de arte ... 43

2.3 O filme e o realismo ... 55

3 Genealogia de uma problemática: um debate estético no século XX 59

3.1 Questões do realismona Literatura ... 59

3.2 O rescaldo do neo-realismo: engajamento e experimentação ... 65

3.3 A literatura na gênese do pensamento cinematográfico ... 78

4 O caso à parte do cinema nacional ... 85

4.1 Manoel de Oliveira: um romântico, um modernista ... 85

4.2 Manoel de Oliveira e a paternidade do novo cinema português ... 105

5 Questões do neo-realismo no cinema ... 113

5.1 O neo-realismo literário na gênese do novo cinema português (?) ... 113

5.2 Equívocos do Neo-realismo – repensar a estética, repensar o novo cinema português ... 130

5.3 A crítica portuguesa e a recepção de Dom Roberto ... 140

5.4 Apontamentos sobre Os verdes anos, de Paulo Rocha ... 152

5.5 Apontamentos sobre a gênese do novo cinema português ... 160

6 Malha de pensamentos ... 167

6.1 António Macedo ... 168

6.2 Fernando Lopes ... 178

6.3 Paulo Rocha ... 189

6.4 António da Cunha Telles ... 199

6.5 João Antunes: um crítico de cinema com Manoel de Oliveira ... 207

7 Conclusão ... 211

Referências Bibliográficas ... 217

A CARTA ABERTA AO SENHOR MINISTRO DA CULTURA ... 231

Support:
Fundação para a Ciência e a Tecnologia
União Europeia
Quadro de Referência Estratégico Nacional
Programa Operacional Factores de Competitividade
Universidade da Beira Interior