A utilização das Redes Sociais pelos jornalistas portugueses: novos desafios éticos e deontológicos para a profissão



A investigação apresentada no livro de Cátia Mateus visa possibilitar uma clarificação das principais preocupações e desafios em torno das questões éticas do jornalismo do século XXI e proporcionar uma reflexão sobre a já longínqua tendência apontada por Colombo (1998), quando ainda no século passado teorizava sobre o futuro do jornalismo, concluindo que mais do que nunca, os jornalistas necessitariam de um elevado sentido moral, aliado a uma astúcia técnica cada vez mais apurada. Face à emergência do papel de um cidadão-repórter cada vez mais ativo no panorama das redes sociais, jornalistas e grupos de media parecem fazer da bandeira da deontologia o grande trunfo na distinção entre a informação amadora, massivamente veiculada online, e o trabalho profissional das redações. Uma distinção na qual poderá estar sustentado o futuro do jornalismo profissional. 

Support:
Fundação para a Ciência e a Tecnologia
União Europeia
Quadro de Referência Estratégico Nacional
Programa Operacional Factores de Competitividade
Universidade da Beira Interior