3ª Edição do Doutoramento FCT em Estudos de Comunicação: Tecnologia, Cultura e Sociedade, Conferência de Encerramento

22 de junho, 14h00, na Sala dos Conselhos (Faculdade de Artes e Letras).


Memória Social e História: o lugar da memória mediática e suas transformações na era digital, por Marcos Palacios


Partimos de algumas premissas básicas, que têm orientado nossas pesquisas sobre as relações entre Memória e Media na sociedade contemporânea. Constata-se que nunca em tempos históricos esteve nossa sociedade tão envolvida e ocupada em processos de produção de memória, potencialmente armazenável em moldes quase ilimitados, passível de rápida recuperação e compartilhamento. Paradoxalmente, no entanto, o controle social desses fluxos de memória em contínua produção, seu selecionamento, armazenamento e condições de acesso público suscitam problemas novos e consideráveis desafios. Com foco especialmente (mas não exclusivamente) no Jornalismo, buscaremos explorar, de maneira panorâmica, as transformações nas relações entre Memória Social, História e produção mediática, de modo a problematizar os efeitos decorrentes dos processos de digitalização. Buscaremos explorar a ideia de que, paralelamente a uma crescente circulação e recirculação de informação, ganham crescente relevo na contemporaneidade questões de cunho agonístico e de (re)enquadramentos da memória e do esquecimento. 

 
Apoio:
Fundação para a Ciência e a TecnologiaUnião EuropeiaQuadro de Referência Estratégico NacionalPrograma Operacional Factores de CompetitividadeUniversidade da Beira Interior