Concurso para atribuição de uma bolsa de investigação para Mestre em Design Multimédia

Concurso para atribuição de bolsa de Investigação para Mestre em Design Multimédia ‐ uma vaga no âmbito do Projecto: Remedia.Lab –Laboratório e Incubadora de Media Regionais (Nº 031277) 

Referência: “Bolsa Mestre_Remedia.Lab_Design” 

Encontra-se aberto concurso para a atribuição de uma Bolsa de Investigação para Mestre, no âmbito do Projeto nº 031277 - Remedia.Lab –Laboratório e Incubadora de Media Regionais, co-financiado pelo Programa Portugal 2020 (PT 2020), no âmbito do Programa Operacional Regional do Centro (CENTRO 2020) e da União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), a decorrer na Unidade de Investigação – Comunicação, Filosofia e Humanidades (LabCom.IFP) da Faculdade de Artes e Letras da Universidade da Beira Interior, Covilhã, nas seguintes condições: 

Área Científica: Mestre em Design Multimédia ou afins. 

1 - Objetivo da actividade: Desenvolvimento de actividades de investigação na área de Design, nomeadamente ao nível do desenvolvimento de sites em WordPress e também ao nível da conceção de plataformas e conteúdos digitais. 
2 - Requisitos de admissão: Ser titular do Grau de Mestre em Design Multimédia ou afins. 
Competências: Experiência mínima de 1 ano e comprovada com portfólio; Versatilidade em ilustração; Experiência e conhecimentos comprovados em: Edição de áudio e vídeo; Conceção de infografias interativas; Modelação e animação 2D/3D; Experiência de desenvolvimento de sites em WordPress (conhecimentos em Joomla e Bootstrap são valorizados); Domínio de ferramentas da Adobe Creative Cloud: Photoshop, Illustrator, Indesign, Dreamweaver, Premiere, After Effects, Adobe XD; Conhecimentos de UX/UI para web e mobile; Conhecimentos de HTML5 e CSS (serão valorizados conhecimentos de jQuery, Javascript, Bootstrap e PHP); Conhecimentos de Google Analytics para desenvolver análises e relatórios; Conhecimentos em SEO; Trabalho em equipa e em projectos, designadamente ao nível da conceção de plataformas e conteúdos digitais (narrativas interativas, digital storytelling, etc); Organização e gestão de projectos. 
Outras competências: Capacidade e experiência comprovada de investigação científica, a partir da respetiva formação académica e enquadrada com o âmbito do projecto.
3 - Plano de Trabalhos: 
Genericamente: 1. Desenho e conceção de plataformas e projetos digitais associados à atividade editorial. 
Mais especificamente: 1. Conceção de recursos multimédia interativos destinados à conceção de um portal da Imprensa Regional. 2. Desenvolvimento de recursos multimédia interativos, nomeadamente a). Conteúdos para plataformas digitais para computadores, laptops e dispositivos móveis; b). Novas linguagens de reportagem multimédia; c). Experimentação de conteúdos digitais específicos para novos públicos. 3. Desenvolvimento de estratégias de promoção para novos públicos. 4. Apoio em ações de formação visando a incubação e o lançamento de projetos de novos médias locais e regionais, assentes em plataformas e linguagens tecnológicas inovadoras. 5. Elaboração de relatórios e desenvolvimento de produção científica na área. 6. Apoio à promoção do projeto Remedia.Lab, em todas as componentes da sua atividade. 
4 - Legislação e regulamentação aplicável: Lei Nº. 40/2004, de 18 de Agosto, alterada pelo Decreto-Lei n.º 202/2012, de 27 de agosto, e alterado pelo Decreto-Lei nº 233/2012, de 29 de outubro e pela Lei nº 12/2013, de 29 de janeiro e pelo Decreto-Lei nº 89/2013, de 09 de julho (Estatuto do Bolseiro de Investigação Científica), bem como o Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia I.P. (FCT) em vigor (www.fct.pt/apoios/bolsas/docs/RegulamentoBolsasFCT2015.pdf ) e anexo I do Regulamento nº 339/2015 e do artigo 201º da lei nº 71/2018 (Lei do Orçamento do Estado para 2019). 
5 - Local de trabalho: O trabalho será desenvolvido no Labcom.IFP, Unidade de Investigação da Faculdade de Artes e Letras da Universidade da Beira Interior, sob a orientação científica do Professor Doutor João Carlos Ferreira Correia. 
6 – Duração e regime de atividade: A bolsa terá a duração de 12 meses, com início previsto em maio/junho de 2019. A actividade decorrerá em regime de dedicação exclusiva, conforme o Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e Tecnologia. 
7 - Condições financeiras da bolsa: Remuneração de acordo com a tabela de valores de bolsas de formação avançada atribuída pela FCT, I.P. no País, no valor mensal de 989,70€ (http://alfa.fct.mctes.pt/apoios/bolsas/valores). O pagamento da bolsa será feito com periodicidade mensal, através de transferência bancária. A este valor acresce o seguro social voluntário, caso o candidato opte pela adesão ao mesmo, bem como o seguro de acidentes pessoais. 
8 - Critérios de seleção: Os métodos de seleção a utilizar baseiam-se nos seguintes parâmetros: o mérito e produção científico, a adequação entre o perfil dos candidatos e o plano de atividades previsto no projeto, a motivação e a experiência relevante para o projeto (experiência comprovada através de portfólio e outros documentos nas ferramentas, linguagens e tecnologias adequadas e referidas nos requisitos de admissão) participação em projectos de investigação e formação. A avaliação destes itens será feita documentalmente e por entrevista. A nota final resultará em: ponderação curricular=70%; entrevista=30%.
9 - Composição do Júri de Seleção: As candidaturas serão apreciadas por um júri constituído por: Presidente do Júri: Professor Doutor João Carlos Ferreira Correia. Vogais efetivos: Professora Doutora Sara Velez Estêvão; Doutor Pedro Jerónimo Pedrosa. Vogal suplente: Professora Doutora Anabela Maria Gradim Alves; Professor Doutor Francisco Tiago Antunes Paiva. 
10 - Forma de publicitação/notificação dos resultados: Os resultados finais da avaliação serão publicitados através de lista ordenada, por nota final obtida, afixada em local visível e público da Faculdade de Artes e Letras da Universidade da Beira Interior, sendo o candidato(a) aprovado(a) notificado através de correio eletrónico. 
11 - Candidaturas: Os candidatos deverão enviar uma carta de motivação, Curriculum Vitae detalhado, cópia(s) do(s) Certificado(s) de Habilitações, carta(s) de recomendação e outros documentos comprovativos considerados relevantes. 
12 – Prazo e receção de candidaturas: O concurso encontra‐se aberto no período de 8 a 22 de abril de 2019. As candidaturas devem ser formalizadas, obrigatoriamente, através do envio por correio eletrónico indicando a referência do concurso nos seguintes documentos em formato pdf: Carta de Motivação, Curriculum Vitae, cópia do(s) Certificado(s) de habilitações, cópia do Cartão de Cidadão ou Passaporte, portfólio, documentos comprovativos de experiência relevante e de formação científica para o projeto e outros documentos comprovativos considerados relevantes. As candidaturas deverão ser enviadas para os endereços eletrónicos jcorreia@ubi.pt, jcfcorreia@gmail.com e mercia@ubi.pt, até às 24:00horas do dia 22/04/2019

LabCom.IFP — Comunicação, Filosofia e Humanidades
Faculdade de Artes e Letras 
Universidade da Beira Interior 
6201-001, Covilhã, Portugal

Abrir para mais informação
Apoio:
Fundação para a Ciência e a TecnologiaUnião EuropeiaQuadro de Referência Estratégico NacionalPrograma Operacional Factores de CompetitividadeUniversidade da Beira Interior